Home Notícias do Dia Saúde: dicas para uma alimentação saudável e segura na praia
Saúde: dicas para uma alimentação saudável e segura na praia

Saúde: dicas para uma alimentação saudável e segura na praia

0

comida-na-praia2Muitas pessoas aproveitam para ir à praia no período mais quente do ano e para não passar mal e estragar o momento de lazer é importante cuidar da alimentação. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) oferece algumas orientações para que a população se alimente de forma saudável e segura fora de casa nesse período de calor intenso. Entre as dicas mais importantes estão escolher bem o que vai consumir e observar as condições de conservação e manipulação dos alimentos.

Se a opção for comprar alimentos vendidos no local, é possível se manter saudável e consumir com segurança se forem tomados alguns cuidados. “Neste caso, é preferível optar por água de coco, picolés de fruta e milho cozido sem manteiga. Já frituras e alimentos gordurosos devem ser evitados. E em todos os casos deve-se observar como os alimentos que serão comprados estão armazenados e conservados, a forma como eles são manuseados e a higienização do local onde são vendidos”, explica a referência técnica da Vigilância Alimentar e Nutricional da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Lívia Mannato. Outra dica é fazer a refeição do horário antes de sair de casa.

Caso opte por preparar algo para levar para a praia, vale fazer sanduíche natural, salada de frutas e sucos, ou ainda levar frutas da estação. De acordo com a nutricionista da Sesa, esses alimentos devem ser acondicionados em bolsa térmica, e no caso das frutas, já levá-las lavadas e embaladas. Se for um sanduíche natural, é possível prepará-lo de forma mais saudável, evitando molhos à base de maionese, que podem ser calóricos e perecíveis se não armazenados corretamente. “O sanduíche natural pode levar frango desfiado ou atum e qualquer tipo de salada. Normalmente, esses sanduíches são preparados com cenoura ralada, alface e tomate. Depois de pronto, deve ser guardado em uma bolsa térmica, onde pode ficar acondicionado por até quatro horas”, afirma a nutricionista.

Bebidas

A água é uma substância essencial para o organismo e precisa fazer parte dos hábitos cotidianos, principalmente em períodos mais quentes. De acordo com Lívia Mannato, o ideal é beber no mínimo dois litros de água por dia. Na praia, uma boa opção para se manter hidratado é a água de coco. E quem estiver consumindo bebida alcoólica, a nutricionista orienta intercalar a ingestão da bebida com água ou água de coco.

Confira mais dicas para uma alimentação segura:

– Evite alimentos gordurosos, muito salgados e/ou condimentados, como frituras, queijos amarelos e maioneses;

– Alimentos que levam carne, ovos, molhos, leite e derivados são mais sujeitos à rápida multiplicação microbiana. Devem ser armazenados em temperatura controlada – em balcões aquecidos, em equipamentos refrigerados ou em caixas térmicas, em alguns casos. Evite consumi-los se estiverem à temperatura ambiente;

– Em restaurantes, em especial os que vendem comida a quilo, a comida deve ser exposta corretamente: alimentos quentes, no balcão quente, e saladas em balcão frio. Evite se servir com alimentos que estejam à temperatura ambiente;

– Os consumidores devem observar se os estabelecimentos possuem licença sanitária concedida pela secretaria municipal de saúde. Se o documento não estiver em algum lugar visível é importante questionar;

– Alimentos prontos e que serão consumidos posteriormente devem ser armazenados em local refrigerado, com temperatura abaixo de 5ºC, e aquecidos no momento do consumo. O ideal para o consumo é quando o centro do alimento atinge 72ºC.

WhatsApp chat