Home Notícias do Dia Cesan investe mais de R$130 milhões na Grande Vitória
Cesan investe mais de R$130 milhões na Grande Vitória

Cesan investe mais de R$130 milhões na Grande Vitória

0
0

A Cesan (Companhia Espírito Santense de Saneamento) planeja investir mais de R$ 204 milhões em 2016 para expandir o saneamento nos 52 municípios onde atua no Espírito Santo. O valor é 20% maior que o investimento realizado em 2015, que pode ultrapassar R$ 170 milhões com o fechamento do balanço patrimonial da Empresa, que ocorre no primeiro trimestre de 2016. Só na GV os investimentos passam de R$ 138 milhões.

Do investimento total previsto, R$ 91 milhões serão aplicados com recursos próprios da Cesan. Outros R$ 113 milhões serão investido com recursos de terceiros, com destaque para o aporte de R$ 55 milhões provenientes do Governo do Estado, que complementam recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Caixa, Funasa (Fundação Nacional de Saúde) e OGU (Orçamento Geral da União).

Do total do investimento, R$ 95 milhões serão aplicados em obras de abastecimento de água para manter a universalização do serviço, marco alcançado pela Companhia em 2009 nos municípios que atende. A ampliação dos investimentos também é uma resposta da Cesan à crise hídrica que atinge o Espírito Santo. Associadas às medidas de recuperação e preservação ambientais, as obras vão ampliar a oferta de água tratada de qualidade. “Nossa principal obra será a do Reis Magos, que vai incrementar o abastecimento em mais 500 l/s, o que gera uma folga para o Sistema Santa Maria”, destaca o presidente da Cesan, Pablo Andreão.

Como medida para a recuperação dos mananciais e melhoria da saúde da população, serão investidos R$ 87 milhões em obras de implantação de novos sistemas de esgotamento sanitário e ampliação da infraestrutura existente. Outros R$ 22 milhões serão aplicados em desenvolvimento da Companhia para melhoria da eficiência e do atendimento ao cliente.

Para o presidente, entre os planos de investimento da Cesan, destaca-se o Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem, no valor de US$ 323 milhões a serem aplicados até 2021, financiados pelo Bird (Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento). “Em 2016, o que nos traz grande satisfação, é poder iniciar o Programa beneficiando quatro municípios da região do Caparaó que possuem baixa cobertura de esgoto: Dores do Rio Preto, Ibatiba, Irupí e Iúna”, afirma Andreão.

O Programa visa garantir a oferta de água agora e no futuro por meio do investimento na ampliação dos serviços de coleta e tratamento de esgoto, ampliação da cobertura florestal, promoção de boas práticas agrícolas e construção de estradas vicinais para reduzir o assoreamento dos corpos d´água.

Confira os principais investimentos planejados para 2016:

ABASTECIMENTO DE ÁGUA 

 Cariacica

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 2,5 milhões

– Complementação, ampliação e melhorias no sistema de distribuição Nova Rosa da Penha – R$ 1,5 milhão

Diversos

– Aquisição de hidrômetros – R$ 2,2 milhões

– Instalação e substituição de hidrômetros – R$ 1,4 milhão

Guarapari

– Ampliação do SAA – R$ 1,5 milhão

Serra

– Implantação do SAA Reis Magos – R$ 54 milhões

– Ampliação do SAA Jacaraípe e Nova Almeida – R$ 5,5 milhões

– Ampliação, melhorias e setorização em Serra Sede, Civit e Nova Carapina – R$ 5,5 milhões

– Implantação de Estação Elevatória de Água Tratada e reservatório – R$ 3,7 milhões

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 2,2 milhões

– Materiais para obras de ampliação, melhorias e setorização – R$ 1,1 milhão

Viana

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 1 milhão

Vila Velha

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 2,2 milhões

– Construção de boosters em Costa Dourada II, Ataíde, Aribiri, Primavera e Campo Grande II

Vitória

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 1,8 milhão

 

COLETA E TRATAMENTO DE ESGOTO 

 Cariacica

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 2,1 milhões

Serra

– Parceria Público Privada para universalização dos serviços de esgotamento sanitário – R$ 44 milhões

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 668 mil

Viana

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 846 mil

Vila Velha

– Parceria Público Privada para universalização dos serviços de esgotamento sanitário – R$ 2 milhões

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 1,6 milhão

Vitória

– Crescimento de redes e ligações em sistemas existentes – R$ 1,5 milhão