Home Notícias do Dia Governo do ES fecha o ano com contas pagas e dinheiro em caixa, mas ajuste continua em 2017
Governo do ES fecha o ano com contas pagas e dinheiro em caixa, mas ajuste continua em 2017

Governo do ES fecha o ano com contas pagas e dinheiro em caixa, mas ajuste continua em 2017

0
0

Pelo segundo ano consecutivo o Espírito Santo fecha as contas com dinheiro em caixa. O anuncio do saldo livre de, aproximadamente, R$ 40 milhões em caixa foi feito nesta terça (27) pelo governador Paulo Hartung. Ele apresentou no Palácio Anchieta,  os principais resultados do segundo ano de trabalho à frente da gestão do Estado e o resultado do ajuste realizado nas contas do estado.

Em 2015, o caixa fechou com R$ 174 milhões de saldo livre.

“Tenho orgulho em fechar, pelo segundo ano consecutivo, as contas rigorosamente em dia. Saímos de dois déficits bilionários e produzimos uma pequena disponibilidade de caixa em torno de R$ 40 milhões. No cenário nacional, é uma enorme conquista. Conseguimos distanciar um pouco, mas nossa margem é pequenina. Não dá para fazer dança de roda na beira do precipício, por isso estamos com gestão intensiva dos recursos públicos e com nossa política de austeridade fiscal consolidada”, detalhou Paulo Hartung.

O governador anunciou que já no primeiro dia de 2017 vai anunciar medidas de manutenção do ajuste das contas capixabas.

Sobre o cenário nacional e previsão para 2017, o governador afirmou que está empenhado na pauta nacional participando de debates para o país realizar as reformas necessárias para retomada da competitividade e, consequentemente, retomada do crescimento. “Precisamos que o país avance na retomada do crescimento para os estados seguirem no mesmo caminho. É necessário que o país reencontre o equilíbrio das contas públicas. O Brasil precisa passar por um processo de modernização para evoluir sua competitividade neste mundo conectado que estamos vivendo”, ponderou Hartung.

“Já para 2017, os sinais que temos é que ainda não conseguimos enxergar o cenário que enfrentaremos. Precisamos ser claros e transparentes com a sociedade. Com essa perspectiva, vamos manter a disciplina financeira para manter o equilíbrio das contas públicas. Não tem vida fácil. Ainda estamos com despesas altas e arrecadação em queda. Por isso vamos focar na gestão intensiva das contas públicas estaduais. Esse cenário só muda com a retomada do crescimento do país. A arrecadação é um subproduto da atividade econômica do país”, completou o governador Paulo Hartung.

Na contramão da maioria dos estados brasileiros, o Espírito Santo conseguiu esse resultado após realizar todos os pagamentos dos servidores estaduais ativos e inativos, fornecedores e prestadores de serviços. O resultado positivo, pelo segundo ano consecutivo, demonstra que mesmo com um ajuste fiscal rigoroso e sem aumentar alíquotas de impostos, temos conseguido manter o equilíbrio das contas e honrar nossos compromissos com a sociedade capixaba, entre eles a garantia dos serviços essenciais e o investimento em obras e projetos.