Home Mercados & Negócios Carga Tributária penaliza empresas e cidadãos e reforma é necessária
  Vídeo Anterior M&N conversa com o doutor em economia Ednilson Felipe
  Próximo Video M&N conversa com o vice-presidente do Sicoob-ES sobre o sistema cooperativo de crédito
0

Carga Tributária penaliza empresas e cidadãos e reforma é necessária

0

Este ano o Dia da Liberdade de Impostos cai nesta quarta 31. E a gente reprisa a entrevista com o diretor jurídico do CDL jovem,  João paulo Meinicke, é o entrevistado em M&N. Ele fala como os impostos penalizam os empresários e cidadãos. A carga que não retorna em benefícios para o cidadão mais uma vez será denunciada pelo CDL jovem. no Dia Nacional de Liberdade de Impostos. O brasileiro trabalha 153 dias para dar dinheiro ao governo. Recursos que não voltam em benefícios para a população.

Ele deu a entrevista em 2106 pelo Dia da Liberdade de Impostos que caiu numa quinta (02/06)

Os motoristas de Vitória poderão economizar na hora de comprar gasolina nesta quinta (02). Quem abastecer o veículo no Posto Enseada, localizado na Enseada do Suá, vai pagar R$ 1,58 pelo litro do combustível, o que irá gerar uma economia de R$ 2,01 por litro, já que o preço atual gira em torno de R$ 3,59.

A gasolina ficará mais barata porque será vendida sem imposto – no caso desse combustível, o tributo representa 56% do preço. A ação faz parte da oitava edição do Dia da Liberdade de Impostos (DLI), promovida pela CDL Jovem Vitória com o objetivo de protestar e conscientizar a população sobre a alta carga tributária brasileira.

Durante a campanha, será permitido o abastecimento de até R$ 40 de gasolina por carro. Para motos, o limite é de R$ 10. Os motoristas vão começar a receber as senhas às 7 horas, sendo 150 para carros e 30 para motos.

O abastecimento terá início às 8 horas e será encerrado quando os 4 mil litros de gasolina sem imposto forem vendidos. O pagamento deverá ser feito apenas em dinheiro.

Segundo o presidente da CDL Jovem Vitória, Bruno Mazzei, a data do DLI marca simbolicamente a época do ano em que os brasileiros passam a trabalhar para proveito próprio, após quitar todos os tributos cobrados pelos governos federal, estadual e municipal.

“Este ano passaremos mais de cinco meses trabalhando apenas para pagar impostos. E a proporção só aumenta. Há 30 anos, eram pouco mais de 80 dias. Agora já são 154 e, ainda assim, não contamos com serviços públicos de qualidade. A sociedade precisa participar desse debate e cobrar a correta destinação dos recursos arrecadados”, afirmou Mazzei. A programação é nacional, sendo realizada em nove estados e no Distrito Federal.

O Espírito Santo já arrecadou, este ano, mais de R$ 4,7 bilhões em impostos. No Brasil, esse número passa dos R$ 807 bilhões.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *