Home GVNews Entrevista Conselho Popular quer a volta do sistema de transporte coletivo de Vitória

Conselho Popular quer a volta do sistema de transporte coletivo de Vitória

0
0

A Prefeitura de Vitória fez uma série de mudanças no sistema de ônibus da Capital. A proposta apresentada à população é que ela poderia pegar dois ônibus pagando uma única passagem. No bojo do projeto a prefeitura extinguiu linhas, criou novas rotas, mas esqueceu de combinar com o cliente: o morador usuário do sistema de transportes. Resultado: confusão, reclamação e problemas por todos os lados. Os moradores foram para as ruas protestar e o prefeito Luciano Resende, autor das mudanças desastradas, teve que voltar atrás. Tudo ficou “como dantes no quartel de abrantes” e a vida voltou a fluir.

Veja o release da PMV

Integra Vitória: moradores vão pegar dois ônibus pagando apenas uma passagem

Viagens mais rápidas e econômicas na capital. A partir do dia 3 de outubro, a Prefeitura de Vitória implanta o Integra Vitória, novo sistema que interligará as linhas de micro-ônibus aos ônibus convencionais. Assista ao vídeo e saiba mais do novo sistema. Com essa iniciativa, os cidadãos terão mais alternativas para circular pela cidade pagando apenas uma tarifa. Serão criadas 16 linhas. Aproximadamente 21 mil passageiros de mais de 20 bairros, como São Pedro, São Benedito e Santo Antônio, serão beneficiados pelo sistema.
O novo sistema vai reduzir o tempo de espera dos ônibus nos bairros e ampliar a possibilidade de deslocamento com a maior oferta de linhas para destinos diversos. Com apenas uma passagem, quem pegar o micro-ônibus pode fazer a baldeação para um coletivo convencional nos pontos de integração.
“O Integra Vitória melhora a mobilidade na cidade e dá mais opção para a população ir a outros bairros, pagando apenas uma passagem. O novo sistema é mais eficiente e inteligente”, disse o prefeito Luciano Rezende na coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira.
Ele deu um exemplo. “Hoje, quem está em Jardim Camburi e deseja ir para Goiabeiras pega dois ônibus e paga duas passagens. Com o Integra Vitória, o bairro ganhará um micro-ônibus para os usuários fazerem a integração na avenida Adalberto Simão Nader e, então, acessar as linhas que circulam no interior de outros bairros, sem nenhum custo adicional”, explicou.
Como fazer
Para usar o sistema, o usuário do transporte coletivo pegará o micro-ônibus em seu bairro e, ao longo do trajeto, desembarcará em um ponto de integração, localizado em um importante corredor viário da cidade e que será sinalizado com placa. Os coletivos menores circularão nos bairros e alcançarão as principais avenidas para baldeação.
Os passageiros farão a baldeação em 46 pontos de integração e terão meia hora para pegar um ônibus convencional. O inverso também será possível, ou seja, sair do convencional e pegar o micro-ônibus. Basta usar qualquer Cartão Siga Vitória (Cidadão, Estudante, Serviços e Vale-transporte).
A integração não será realizada de meia-noite às 4h30. Segundo o secretário de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana, Josivaldo Andrade, nesse período não circulam micro-ônibus.
Mobilidade
O Integra Vitória vai garantir ao usuário mais opções de deslocamento para trabalhar, estudar e se divertir. Para melhorar o deslocamento e a mobilidade dos usuários, 16 linhas terão seus trajetos reformulados nos bairros. O destino final das linhas mudará e, com isso, o nome delas também.
Se antes, um micro-ônibus levava as pessoas de um ponto a outro da cidade, com o Integra Vitória, o coletivo irá até um ponto de integração, onde o usuário terá acesso a linhas que levam para qualquer outro ponto da capital. Todas as linhas alimentadoras ganharão números novos e pequenos, sempre pares e começando com zero, de 012 a 042.
As linhas convencionais não terão mudanças nos números e itinerários.
“O Integra Vitória vai melhorar o trânsito e a Capital ganhará em mobilidade. Os moradores terão viagens mais rápidas. O tempo de espera nos bairros vai reduzir. Os pontos de integração terão muitas linhas que levarão os passageiros a qualquer ponto da cidade. O sistema ganha em eficiência e gera economia para o usuário”, afirma a secretária de Desenvolvimento da Cidade, Lenise Loureiro.
Divulgação
A partir desta segunda-feira (31), a equipe do Papo da Cidade percorrerá todas as seis regiões da capital que já possuem micro-ônibus com o objetivo de explicar aos cidadãos sobre o Integra Vitória. Cerca de vinte pessoas vão percorrer a capital, junto a profissionais do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Espírito Santo (Setpes), levando aos munícipes um material informativo sobre os principais pontos de integração do programa e tirando dúvidas sobre seu funcionamento.