(27) 988820559 gvnewstv@gmail.com

Covid-19: Espírito Santo flexibiliza abertura do comércio

abr 19, 2020

O governador Renato Casagrande decidiu flexibilizar as medidas de restrição de abertura do comércio em 72 dos 78 municípios do Espírito Santo. Apenas os municípios da Grande Vitória e Alfredo Chaves mantém as restrições totais. Esses municípios concentram 90% dos casos de Covid-19 no Espírito Santo.  O estado já ultrapassou 1.099 casos confirmados e 30 mortes O anuncio foi feito pelo próprio governador neste sábado (18).

O funcionamento, que começa a valer nesta segunda (20), é condicionado a regras restritivas de prevenção.

Risco

As informações farão parte de um Mapa de Gestão de Risco, que o governo passa a adotar agora para determinar medidas específicas em cada local, considerando três grupos de risco – baixo (abaixo da média de casos do Estado), moderado (até 50% acima da média) e alto (acima dos 50%).

Atualmente, seis municípios capixabas já se encontram na situação de Risco Alto. São eles: Alfredo Chaves, Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica e Viana – sendo que estes dois últimos têm coeficientes do grupo amarelo, mas foram incluídos no grupo vermelho por fazerem parte da Região Metropolitana e da dificuldade de se fazer o controle da interação social de seus moradores com dos demais municípios vizinhos.

Outros nove municípios que se limitam com o grupo vermelho foram incluídos automaticamente em Risco Moderado. São eles: Anchieta, Domingos Martins, Fundão, Guarapari, Iconha, Marechal Floriano, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina e Vargem Alta. Os 63 municípios capixabas restantes foram classificados no grupo verde, ou seja, de Risco Baixo.

O governador anunciou que, em decorrência da Grande Vitória ter municípios em Risco Alto, serão instaladas barreiras sanitárias nos limites dos municípios, a exemplo dos postos de controle instalados nas divisas estaduais. Casagrande ressalvou que o Mapa de Gestão de Risco também estabelece que o Estado possa entrar em Risco Extremo (cor roxa), caso ocorra um aumento significativo do número de casos. Neste caso, está prevista a necessidade de realização um Pacto Social, que será um alinhamento realizado entre Governo do Estado, municípios, empresários e a sociedade civil.

Nos municípios de risco baixo e moderado com menos de 70 mil habitantes, as lojas vão poder funcionar das 10 às 16 horas. O uso de máscaras é obrigatório para funcionários e recomendado para clientes.