Home Notícias do Dia Creches da Capital oferecem 4.621 vagas para 2018
Creches da Capital oferecem 4.621 vagas para 2018
0

Creches da Capital oferecem 4.621 vagas para 2018

0

Até 15 de dezembro estão abertas as novas matrículas para crianças, entre seis meses e cinco anos,  na rede de ensino de Vitória para o ano letivo de 2018. Ao todo estão sendo oferecidas 4.621 vagas nos 50 Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis).  Elas serão realizadas com base no cadastramento eletrônico unificado, implantado em 2013. As famílias das crianças com idade entre 6 meses e 5 anos cadastradas no sistema serão convocadas pelo próprio Cmei para efetivação da matrícula.

A convocação será de acordo com a posição na lista de cadastro e somente se encerra quando todas as vagas disponíveis forem preenchidas ou não existirem mais solicitações de vagas.

“O momento da matrícula é muito importante para além da oferta de um direito da criança. Também é um reconhecimento da excelência da Educação oferecida na rede municipal de Vitória, que, desde 2015, atingiu a universalidade no atendimento a crianças de 4 e 5 anos, faixa de idade escolar obrigatória. Ou seja, a demanda para crianças nesta idade é totalmente atendida pelos Cmeis da capital”, destacou a secretária de Educação de Vitória, Adriana Sperandio.

Documentos 

Para efetivação da matrícula, a família deve se dirigir ao Cmei munida dos seguintes documentos: Comprovante atual de residência original em nome do pai, da mãe ou do responsável legal;CPF do pai ou da mãe ou responsável legal; Certidãode Nascimento da criança; Carteirade vacinação atualizada; Cadastramento eletrônico.

A secretária de Educação também destacou a importância do cadastramento eletrônico. “Orientamos as famílias que desejam vagas na rede municipal de Vitória para que busquem a unidade e realizem o cadastro da criança. O cadastramento eletrônico é uma importante ferramenta de planejamento e organização da rede de Vitória e tem sido muito eficiente”.

O cadastramento eletrônico pode ser feito a qualquer momento e gera dados que identificam a real demanda por matrículas por idade e região, além de garantir conforto e comodidade para os pais.

Desde que foi implantado, basta comparecer, em qualquer época do ano, a um único Cmei para fazer o registro da demanda e indicar as unidades de ensino de preferência mais próximas do endereço fornecido pela família.

No ato do cadastramento, é preciso apresentar CPF do pai, mãe ou responsável legal, comprovante de residência e Certidão de Nascimento da criança.