Home Notícias do Dia Economia capixaba acumula alta de 2,3% em 2018
Economia capixaba acumula alta de 2,3% em 2018

Economia capixaba acumula alta de 2,3% em 2018

0
0

O Produto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo vem mantendo bom desempenho em 2018. Dados divulgados pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) referentes ao terceiro trimestre de 2018 mostram que o ritmo de crescimento da economia capixaba neste ano avançou 2,3% no acumulado do ano em comparação ao mesmo período do ano anterior. O número representa mais que o dobro do resultado nacional, que ficou em 1,1% na mesma base de comparação.

O desempenho positivo no ano vem sendo garantido pelo comércio varejista ampliado, que acumula alta de 14,5%, graças à expansão de 7,5% do varejo restrito e, especialmente, ao aumento de 27% registrado nas vendas de veículos, motocicletas, parte e peças. Os setores Indústria e Serviços ainda sofrem com retração de -2,6% e -0,5% no acumulado do ano, respectivamente.

Nas demais bases de comparação apresentadas pelo estudo, a atividade econômica capixaba registrou variações positivas em outras duas medidas das quatro consideradas. Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior e no acumulado de quatro trimestres, as expansões foram de 2,7% e 2,0%, respectivamente. No confronto com o trimestre imediatamente anterior, houve retração de -1,7%.

Segundo a diretora-presidente do IJSN, Gabriela Lacerda, há motivos para a economia capixaba manter o otimismo para o próximo ano. “Apesar da retração apresentada na comparação com o segundo trimestre deste ano, a economia do Estado vem mantendo um bom ritmo de crescimento, especialmente se comparado ao crescimento nacional”, explica. No acumulado em quatro trimestres, foi a sexta vez consecutiva que o PIB do Espírito Santo ficou acima da média do País.

Com esses resultados, a estimativa do PIB nominal do Estado do Espírito Santo no terceiro trimestre de 2018, em valores correntes, foi de R$ 30,5 bilhões. Em valores acumulados dos últimos quatro trimestres, o PIB nominal totalizou R$ 118,8 bilhões, maior valor dos últimos dez trimestres.

O PIB representa a soma, em valores monetários, de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região, durante um determinado período. Calculado pelo IJSN, o PIB trimestral reflete a situação econômica no curto prazo, antecedendo o cálculo do PIB anual, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

tags: