Home GVNews Entrevista Exposição no Mucane reúne artistas capixabas e africanos

Exposição no Mucane reúne artistas capixabas e africanos

0
2

O Museu Capixaba do Negro “Verônica da Pas” (Mucane), que fica na Avenida República, no Centro, é um espaço de convergência de serviços destinados à população negra. O local foi totalmente restaurado e modernizado e está equipado com auditório, biblioteca, área para eventos, museu e mezaninos.

O edifício original, com 716,00m², foi totalmente restaurado e ainda foi construído um anexo com 717,34m², onde será instalado o Centro de Referência da População Negra. O novo prédio tem salas para uso coletivo e da administração do museu, área para eventos, mezanino, jardim, banheiros, entre outros.

Entre os objetivos da revitalização do Museu Capixaba do Negro, está o de propiciar meios para o desenvolvimento de ações educativas que promovam a conscientização sobre a importância da preservação do patrimônio histórico-arquitetônico da capital capixaba.

O museu passa também a ser um centro estadual de referência à cultura negra. A restauração e a implementação do Mucane contribuem ainda com a iniciativa de revitalização do Centro Histórico de Vitória, apresentando o espaço como opção de atividade cultural para escolas e outros grupos organizados.

Prédio histórico

O prédio do Museu do Negro é um dos remanescentes da arquitetura de estilo eclética do início do século XX. O imóvel foi construído pelo coronel Francisco Schwab, com mourões de estacas de camará, em 1912, ano em que foi aberta a Avenida República.

Com dois pavimentos, o prédio foi ocupado inicialmente por três famílias, que moravam no primeiro pavimento e instalaram seus comércios no térreo. Lá, funcionaram a padaria de Victor Maria Sarlo, a Casa de Couros, da família Dodinger, e a farmácia de Júlio Graça.

Em 1923, houve a permuta do prédio com o Estado. Após uma reforma, a edificação abrigou, a partir de 1924, o Correio de Vitória e, mais tarde, o telégrafo. Em 1935, foi sede do antigo Departamento de Estatística Geral.

Na década de 90, a edificação ganhou novos usos. Criado em 13 de maio de 1993, o Museu Capixaba do Negro, marco da resistência da cultura de origem africana na cidade, passou a funcionar no primeiro pavimento do imóvel.

Em 2007, o prédio foi cedido à Prefeitura de Vitória, que viabilizou recursos municipais e federais para elaboração do espaço.

Onde fica o Mucane

Endereço: Avenida República, 121, Centro
Telefone: (27) 3222-4560
E-mail: mucane@vitoria.es.gov.br
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9 às 17 horas

Comment(2)

  1. Gostei da entrevista, me interesso pela Arte Africana, afinal nasci lá! disse:

    Gostei da entrevista, me interesso pela Arte Africana, afinal sou nascida em Marrocos.

  2. Que bom que gostou Paloma, se você tiver alguma sugestão pode mandar, ok?

Comentários fechados.

WhatsApp chat