Home Vitória Mercado da Capixaba: sai vencedora de licitação para projetos de restauro
Mercado da Capixaba: sai vencedora de licitação para projetos de restauro

Mercado da Capixaba: sai vencedora de licitação para projetos de restauro

0
0

Mercado da Capixaba ofertará atividades ligadas à cultura e à gastronomia locais e impulsionará desenvolvimento do seu entorno

A empresa ML Projetos Eireli venceu a licitação para elaboração de projetos para o restauro do Mercado da Capixaba, no Centro. O resultado do julgamento foi publicado nesta quinta-feira (3). A homologação do resultado e a assinatura do contrato com o município devem acontecer nos próximos dias.

O valor estimado dos projetos na licitação era de R$ 407.813 mil. A ML Projetos Eireli ganhou a seleção com proposta de R$ 143.373,49. Oito empresas participaram da seleção e apenas uma foi desabilitada.

“Essa é uma importante obra que vai movimentar o Centro de Vitória. Esse espaço, com atividades ligadas à cultura e à gastronomia local, vai valorizar nossa cidade e fortalecer nossa história. Nossa intenção é assinar o contrato o mais rápido possível para que a empresa possa iniciar os projetos com agilidade”, disse o secretário de Desenvolvimento da Cidade e responsável pela Subsecretaria de Tecnologia da Informação, Márcio Passos.

O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento, Turismo e Inovação de Vitória (CDTIV), Leonardo krohling, destaca a importância da reforma e da abertura do Mercado da Capixaba para impulsionar ainda mais o desenvolvimento de todo entorno.

“As intervenções no Mercado da Capixaba precisam avançar o mais rápido possível para que o espaço possa funcionar nessa nova modelagem, que é de fato indutor do comércio no entorno. Ele é parte fundamental nessa reinvenção e no reposicionamento do Centro de Vitória como um local importante para a cidade nas áreas de inovação, tecnologia, serviços, bem como cultural, gastronômica e turística.

Projeto

A obra prevê a recuperação da fachada e do telhado do espaço, a implantação da calçada cidadã e a abertura da “Rua de Pedestres” na rua Araribóia.

Entre as novidades da intervenção, aprovadas pelo Conselho Municipal de Cultura e pelo Conselho Estadual, está a abertura das entradas originais do imóvel das ruas Desembargador Orelly de Souza e Araribóia.