Home GVNews Entrevista Procon pesquisa preços de produtos da Semana Santa e Páscoa
  Vídeo Anterior Água: governo do estado prepara cobrança para garantir preservação de bacias
  Próximo Video Diabetes é o tema principal do Dia Mundial da Saúde

Procon pesquisa preços de produtos da Semana Santa e Páscoa

0
0

Com a proximidade da Páscoa, celebrada no dia 27 de março, o Procon de Vitória realizou um levantamento de preços dos ovos de chocolate e encontrou variações de até 70% em um mesmo produto. Também foi feita pesquisa nos produtos que compõem a torta capixaba e encontrou variações de mais de 90%. A orientação é pesquisar preços para conseguir economizar nestes dias de preços inflacionados. Na entrevista, o gerente do Procon de Vitória, Carlos Magno Pimentel Junior, ressalta a importância da pesquisa de preços.

A pesquisa sobre os ovos de páscoa, realizada entre os dias 1º e 10 de março em seis estabelecimentos da capital, verificou os preços de mais de 100 itens de diversas marcas. A maior variação encontrada foi no Ovo Arcor Tortuguita Lancheira 100g. Enquanto num estabelecimento ele é comercializado a R$ 44,90, em outro ele sai 70,9% mais caro, sendo vendido a R$ 76,90.

O gerente do órgão, Carlos Magno Pimentel Junior, ressalta a importância da pesquisa. “O levantamento foi feito para facilitar a vida do consumidor que não tem tempo de fazer a pesquisa. Desta maneira, ele pode ver onde estão os melhores preços, ter em mente uma média de quanto ele vai gastar e analisar se este gasto está dentro de seu orçamento”, disse.

Outros itens que também apresentaram grande diferença de preços foram Ovo Arcor Tortuguita Superman 150g (+62,12%), Ovo Arcor Disney Fadas 150g (+62,12%), Ovo Arcor Tortuguita Lanterna 150g (+56,32%) e Ovo Lacta Amargo 196g (+55,8%) e Ovo Lacta Hello Kit 170g (+55,6) e Ovo Lacta Laka 196g (+53,8%).

O gerente ressalta que, geralmente, os maiores preços estão embutidos nos ovos de páscoa com temas infantis. “Mais do que o chocolate, a criança escolhe o item de acordo com seu personagem favorito ou brinquedo que vem dentro. É isso que faz com que os preços do ovo de Páscoa sejam tão variados mesmo que o peso seja o mesmo”, aponta.

Caixa de bombom

Além dos ovos de chocolate, o Procon de Vitória comparou os preços das caixas de bombom e encontrou variações de mais de 30%. Foi o caso da caixa de bombom Garoto, cujos preços variam de R$ 7,58 a R$ 9,98 (+31,6%). Já as caixas de bombom Especialidades Nestlè e Variedades Lacta apresentaram variações de 25,4% e 5,38%, respectivamente.

O gerente do Procon de Vitória, Carlos Magno Pimentel Junior, destaca que os preços podem oscilar conforme a proximidade da data. “Nós antecipamos a pesquisa para que o consumidor possa se planejar. Já prevendo a crise, a quantidade de ovos no comércio está menor que nos anos anteriores. A tendência é que o consumidor opte por ovos menores para que, assim, possa curtir a Páscoa sem perder a tradição”, alerta.

Para quem não abre mão de presentear o ente querido com ovos de chocolate, outra sugestão para conseguir uma boa economia é produzir o próprio ovo de Páscoa, como orienta o Carlos Magno.

 

“Se a pessoa tem filhos, sobrinhos e afilhados para presentear, vale a pena ela mesma fazer o ovo de páscoa para os pequenos. Além de entregar um item personalizado, conseguirá uma boa economia. O capixaba é criativo. Pode ser, inclusive, uma excelente oportunidade para conseguir um dinheiro extra”, acredita.