(27) 988820559 gvnewstv@gmail.com

Projetos sociais criados por alunos vão ajudar pessoas em situação de rua

nov 6, 2019

A ação acontece nesta quinta (07). Serão distribuídos kits de higiene e roupas e haverá corte de cabelo, cadastro de currículo online para inserção no mercado de trabalho e lanche .

Os alunos da Escola Adventista do Ibes resolveram arregaçar as mangas e ajudar pessoas que vivem nas ruas. A escola fica na Praça Assis Chateubriand e os estudantes, que convivem diariamente com esta realidade, perceberam o crescimento de moradores de rua na região.

Pensando nisso, a professora de português, Camila Souza, desenvolveu em sala de aula um projeto com a turma do 7º ano. “Os alunos ficaram incomodados com essa situação corriqueira e eles mesmos decidiram realizar projetos que fizessem a diferença na vida dessas pessoas”, explica a professora.

E foi em um bate papo que os alunos demonstraram empatia pelos moradores em situação de rua. Dessa conversa, várias ações foram criadas pelos alunos e dois deles escolhidos como os melhores para serem colocados em prática: O “Eu Enxergo o Invisível” e o “Proets – Projeto de Emprego e Transformação Social”.

Os projetos já aconteceram durante o semestre e nessa quinta (07), eles serão colocados em prática. Mais de 30 alunos, entre 13 e 14 anos, vão distribuir para os moradores em situação de rua, kits de higiene pessoal e 350 peças de roupa que foram arrecadadas por eles. Além disso, serão oferecidos serviços de corte de cabelo, oficina de pintura e colagem de Romero Brito, cadastro de currículo online para inserção no mercado de trabalho e uma mesa de café da tarde.

A ação será no Centro Pop de Vila Velha, Av. Gonçalves Lêdo, 16 – Divino Espírito Santo, Vila Velha – ES, às 13:30h.

Eu Enxergo o Invisível

É um projeto com o objetivo de mudar, mesmo que por pouco tempo, a situação de vida dos moradores de rua oferecendo o básico: comida, higiene e vestimenta. Os alunos irão arrecadar alimentos, roupas e brinquedos.

Proets – Projeto de Emprego e Transformação Social

A ideia é direcionar as pessoas em situação de rua ao mercado de trabalho, dando a elas oportunidade de reconstruírem suas vidas. Elas serão convidadas para um Café da Tarde e cada participante será entrevistado pelos alunos. Após anotarem as informações e registrarem o grau de instrução de cada um e suas experiências profissionais, as próprias crianças vão elaborar um currículo online para dar mais visibilidade às qualidades dessas pessoas.