Home Notícias do Dia Relógio da Praça Oito de cara nova
Relógio da Praça Oito de cara nova

Relógio da Praça Oito de cara nova

0

Um dos maiores patrimônios históricos do Centro Histórico de Vitória, o Relógio da Praça Oito, foi completamente restaurado e volta a ser apreciado pelos capixabas.

“O relógio da Praça Oito representa a história de uma cidade, de um centro histórico, de uma população que vê nele a própria identidade. É um monumento fundamental e popular. Justamente por isso, pertence a todos nós, habitantes de uma cidade que admira, respeita e ama aquilo que a define”, disse o secretário municipal de Cultura, Francisco Grijó.

Restauro

Para a instalação do maquinário toda a parte elétrica foi adequada e restaurada, o que devolve ao monumento uma de suas características mais marcantes: tocar os primeiros acordes do hino do Espírito Santo.

Já para o restauro da torre do relógio, o principal revestimento utilizado foi o pó de pedra, material usado na maioria das edificações art déco restauradas na atualidade. Os principais danos identificados no monumento estão ligados à pichação com spray, além de sujeiras da poluição e umidade.

Para retirar a sujeira foram utilizados jatos de água quente com baixa pressão e, em alguns casos, sabão neutro e lixamento superficial. Já para retirar a tinta spray foi utilizado um removedor, após escovação com escova de cerdas de nylon e água, até a retirada total da camada de tinta. A parte interna foi totalmente lixada e pintada.

História

O relógio da Praça Oito foi instalado em 1942. Ele foi tombado como patrimônio histórico estadual e está sob proteção legal inscrita no Tombo Histórico. Até a década de 1970, o relógio tocou a cada hora os acordes iniciais do hino do Estado do Espírito Santo, quando um defeito deixou o equipamento sem sua principal característica.

Em outubro de 2013, após quase 40 anos sem tocar os primeiros acordes do hino do Espírito Santo, o equipamento foi restaurado pela Prefeitura de Vitória. Três anos depois – no final de 2016 – o aparelho foi danificado em função de oscilações na rede elétrica, queimando o drive do equipamento.

O trabalho durou três meses para ser executado e foi realizado por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Vitória, responsável pela troca do maquinário; o Banestes, que patrocinou os serviços de restauro; e o Instituto Goia, que executou o trabalho de restauro da torre do relógio. A entrega acontece a partir das 11 horas, desta quinta (21), na Praça Oito, com a participação do Trio de Cordas da Fafi.

WhatsApp chat