Home Espírito Santo Supermercados de Vitória têm diferença de preços superior a 230%
Supermercados de Vitória têm diferença de preços superior a 230%

Supermercados de Vitória têm diferença de preços superior a 230%

0
0

A mais nova pesquisa comparativa de preços dos produtos de primeira necessidade feito em nove estabelecimentos de diferentes regiões da capital, o Procon constatou variação que passa de 230%, como na sardinha enlatada (com óleo – 125g), vendida por R$2,98 em um local e, no outro, por R$9,90.

No setor de frutas, o quilo da banana prata apresentou a maior variação, atingindo a marca de 153,82%: R$ 2,75 em um estabelecimento e, no outro, R$ 6,98.

No setor de carnes, a carne bovina (acém, sem osso, quilo) apresentou uma variação de 43,99%: quilo vendido por R$16,98 em um supermercado e por R$ 24,45 em outro.

Localização

O levantamento aponta que a localização do estabelecimento não é determinante na apresentação do maior preço.

“O preço da mortadela, por exemplo, que se mantém com uma grande variação (na casa de 124,20%) desde o ano passado, tem seu menor preço num supermercado na região de Santa Lúcia e o maior, na região central”, comentou a gerente do Procon Vitória, Herica Correa Souza.

O mesmo foi verificado no shampoo (350ml), que apresentou uma variação de 65,38%, sendo vendido na região da Mata da Praia por R$ 7,25 e, na região central, por R$11,99.

Lista

A equipe do Procon Vitória visitou nove estabelecimentos entre os dias 3 e 11 de fevereiro. Este ano, o órgão ampliou a lista de itens, passando de 56 para 64 produtos.

A inclusão desses itens foi baseada em estudos sobre a mudança de hábitos dos consumidores da classe C ou média (segundo IBGE, famílias com renda mensal de R$ 1,4 mil a R$ 7 mil), com artigos que passaram a entrar no carrinho ao menos uma vez no ano, como sardinha, sabão para lavar roupas líquido, alvejante sem cloro, inseticida, atum, óleo canola e carne suína.

Educação financeira

O secretário de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, Bruno Toledo, revelou que este ano o Procon Vitória vai investir ainda mais em pesquisas comparativas de preço e se aprofundar nas análises dos dados coletados. “Queremos educar o consumidor, contribuir cada vez mais para sua educação financeira. Dessa forma, estamos atuando em mais de uma frente: promovendo o consumo consciente e responsável e, também, na prevenção ao superendividamento das famílias”, informou Toledo.

Comparativo

O Procon Vitória fez também um comparativo dos menores preços praticados em julho de 2019 e fevereiro deste ano, por se tratar dos meses em que ocorreu a primeira pesquisa de cada ano analisado.

O levantamento revelou que a maior variação foi registrada no sabonete (em barra, 85g), que apresentou uma alta de 51,76%: em julho/2019, era vendido por R$ 0,85 e, neste mês, por R$ 1,29.

Já o preço da cebola teve uma queda de 60,05%: em julho do ano passado, o produto era encontrado por R$3,98 e, neste mês, caiu para R$1,59.

O Procon Vitória conseguiu identificar os estabelecimentos onde o consumidor pode gastar menos e comprar o maior volume de itens que compõem sua lista de produtos de primeira necessidade. O estudo aponta o valor total de itens por estabelecimento e, ainda, a soma de todos os valores dos itens encontrados em cada estabelecimento pesquisado.

“A pesquisa apresenta a quantidade total de itens encontrados em cada estabelecimento em relação ao total de 64 itens divulgados, destacando, assim, o percentual de abastecimento de produtos por estabelecimento em relação ao total de 64 itens que compõem a pesquisa. Assim é possível perceber o preço médio praticado por cada local em relação à quantidade de produtos encontrados em cada um deles e o valor total do somatório de todos os preços pesquisados”, explicou Larissa Cicilioti, que é economista do Procon Vitória.

WhatsApp chat