Home Noticias Vila Velha treina profissionais para enfrentar doenças transmitidas pelo aedes aegypti
Vila Velha treina profissionais para enfrentar doenças transmitidas pelo aedes aegypti

Vila Velha treina profissionais para enfrentar doenças transmitidas pelo aedes aegypti

0

aedes aegptyA Secretaria de Saúde de Velha, por intermédio da Vigilância Epidemiológica, está realizando um treinamento em Zika, Dengue e Chikungunya, para profissionais médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e farmacêuticos dos setores públicos, privados e instituições filantrópicas. Os médicos Tálib Moysés Moussallem, Márcia Andriolo e Theresa Cristina Cardoso da Silva, e a enfermeira Flávia Rocha Rangel, que é a Referência Técnica em Dengue, Chikungunya e Zika de Vila Velha, estão palestrando e realizando as orientações necessárias para todos os participantes.

Os profissionais foram divididos em oito turmas realizadas em dias e horários diferentes. “Nosso objetivo foi atender o maior número de profissionais possíveis, por isso o treinamento foi dividido em dias e horários diferentes”, disse Flávia Rangel. O Programa Estadual de Controle de Dengue Chikungunya e Zika tem como objetivo reduzir a infestação pelo Aedes Aegypti, reduzir a incidência de dengue e reduzir a letalidade por dengue grave.

Dengue

Transmissão: O vírus da dengue é transmitido pela picada do mosquito aedes aegypti.

Sintomas: Febre alta (geralmente dura de 2 a 7 dias), dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Nos casos graves, o doente também pode ter sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal, vômitos persistentes, sonolência, irritabilidade, hipotensão e tontura. Em casos extremos, a dengue pode matar.

Tratamento: A pessoa com sintomas da dengue deve procurar atendimento médico. As recomendações são ficar de repouso e ingerir bastante líquido. Não existem remédios contra a dengue. Caso apareçam os sintomas da versão mais grave da doença, é importante procurar um médico novamente.

Chikungunya

Transmissão: É transmitida pelos mosquitos aedes aegypti (presente em áreas urbanas) e aedes albopictus (presente em áreas rurais).

Sintomas: O principal sintoma é a dor nas articulações de pés e mãos, que é mais intensa do que nos quadros de dengue. Além disso, também são sintomas: febre repentina acima de 39 graus, dor de cabeça, dor nos músculos e manchas vermelhas na pele. Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas. Segundo o Ministério da Saúde, as mortes são raras.

Tratamento: Como no caso da dengue, não há tratamento específico. É preciso ficar de repouso e consumir bastante líquido. Não é recomendado usar o ácido acetil salicílico (AAS) devido ao risco de hemorragia.

Zika

Transmissão: Mais uma vez, o aedes aegypti é o vilão da história. Mas o vírus também é transmitido pelo aedes albopictus e outros tipos de aedes.

Sintomas: O vírus não é tão forte quanto o da dengue ou da chikungunya e os pacientes apresentam um quadro alérgico. Os sintomas, porém, são parecidos com os das doenças “primas”: febre, dores e manchas no corpo. Quem é infectado pelo zika também pode apresentar diarreia e sinais de conjuntivite.

Tratamento: Assim como nas outras viroses, o tratamento consiste em repouso, ingestão de líquidos e remédios que aliviem os sintomas e que não contenham AAS.

 

WhatsApp chat