Home Espírito Santo Vitória promove Semana da Juventude Negra
Vitória promove Semana da Juventude Negra

Vitória promove Semana da Juventude Negra

0
0

A partir desta segunda (18) a prefeitura da capital vai realizar uma programação especial para marcar a Semana da Juventude Negra, já que dia 20 de novembro é o Dia da Consciência Negra.

A primeira atividade será uma exibição do vídeo “O Peso da Base”, às 19 horas, no Museu Capixaba do Negro (Mucane), no Centro. Após a apresentação do vídeo, haverá uma roda de conversas para discutir o tema.

Na terça (19), será realizado o seminário “8 ou 80: O genocídio tem cor”. O evento acontece na Casa do Cidadão, às 19 horas. O palestrante será Rafael Nascimento Miranda (Feijão).

Na quarta (20), Dia Nacional da Consciência Negra, haverá uma marcha estadual contra o extermínio da juventude negra. O evento está marcado para começar às 15 horas, em frente à Casa Porto, com chegada no Mucane. A atividade é realizada pelo Fórum Estadual da Juventude Negra (Fejunes) e tem apoio da Semcid.

Já na quinta (21), o Parque Moscoso vai sediar uma atividade cultural promovida pelo Núcleo Afro Odomodê, com música, dança e batalha de rimas, a partir das 16 horas.

Um simpósio para discutir a educação inclusiva e antirracista também faz parte da programação da semana. O evento será realizado no auditório da Casa do Cidadão, na sexta (22), das 17 às 21 horas.

E para finalizar a programação, acontece o Black Perifa, uma atividade com música, dança, poesia, hip hop e funk. Será no sábado (23), no Parque Moscoso, das 16 às 21 horas.

Demarcação

Para o secretário de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, Bruno Toledo, as atividades representam um marco entre a Prefeitura de Vitória e a população negra do município.

“Realizar a Semana da Juventude Negra é demarcar o compromisso da nossa gestão com esse grupo populacional que, infelizmente, tem estado nos índices de maior vulnerabilidade social. Significa dar visibilidade às suas demandas e estimular o seu protagonismo”, destacou.

Para a coordenadora de Políticas para a População Negra da Semcid, Silvana Santos, o momento é festivo, mas também de reflexões sobre os problemas que impactam mais diretamente os jovens negros.

“Tais momentos de reflexões e debates são fundamentais para que os jovens reflitam, proponham e também cobrem políticas públicas voltadas ao atendimento de suas necessidades, contribuindo dessa forma para afirmação e reafirmação de suas histórias de vida, que, ao longo dos anos, têm sido invisibilizadas”.

WhatsApp chat