Home Noticias Transcol: motoristas param e empresas citam valor da passagem
Transcol: motoristas param e empresas citam valor da passagem

Transcol: motoristas param e empresas citam valor da passagem

0

ônibusO GVBUs, sindicato que reúne as empresas de ônibus que operam o sistema Transcol, relacionou a paralisação dos motoristas na manhâ desta segunda-feira (21) à falta de aumento no valor das passagens e ao aumento do custo dos insumos. Informou que deve realizar o pagamento dos motoristas e trocadores até esta terça (22) e que não houve atraso no pagamento, mas apenas no adiantamento.
A paralisação prejudicou milhares de pessoas que não foram informadas da greve. Houve enormes filas, superlotação e problemas no trânsito. Veja a íntegra da nota:
O GVBus informa que, ao contrário do que foi divulgado pelo Sindirodoviários
na manhã desta segunda-feira, a paralisação dos rodoviários está relacionada
ao pagamento do adiantamento salarial do mês de setembro, que deveria ser
realizado até o dia 20 deste mês. O sindicato informa ainda que as empresas
estão se organizando para que os pagamentos estejam disponíveis na conta dos
trabalhadores no máximo até esta terça-feira, dia 22.
O GVBus esclarece que o Sistema Transcol está operando há 21 meses sem
reajuste na tarifa e com aumento sucessivo de custo em diferentes itens como
mão-de-obra e diesel, o que tem impactado negativamente o Sistema. Mesmo sem
o reajuste, o Sindicato manteve seu compromisso com o que estava
estabelecido em contrato e investiu cerca de R$ 200 milhões em quase 600
novos ônibus, além de sistemas de biometria, rastreamento e monitoramento,
este último em fase de implementação pelas empresas.
Diante disso, o GVBus lamenta a paralisação sem aviso prévio pelos
rodoviários, entende que é necessário haver uma compreensão por parte dos
trabalhadores e espera que o movimento seja encerrado para garantir o
atendimento à população.
O Sindicato informa ainda que já está tomando as medidas judiciais cabíveis,
a respeito da paralisação irregular realizada pelos rodoviários.

tags:
WhatsApp chat