Home Notícias do Dia Dengue: 19 mortos em 2016
Dengue: 19 mortos em 2016

Dengue: 19 mortos em 2016

0

Dezenove pessoas morreram vítimas da dengue este ano no estado. No total, 48.712 casos da doença foram notificados no Espírito Santo entre os dias 03 de janeiro e 18 de junho deste ano. Destes, 563 são suspeitos da forma grave. Dezoito mortes continuam sendo investigadas para saber se a causa foi a dengue. No mesmo período, a taxa de incidência da doença no Estado ficou em 1.239,52.
A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) vem registrando queda no número de casos notificados de dengue, e durante quatro semanas seguidas nenhum município apresenta alta incidência da doença. Do total de incidência acumulada das últimas quatro semanas, 96% das cidades capixabas aparecem com baixa incidência
Zika
3.885 casos de infecção pelo zika vírus foram notificados no estado desde o ano passado. O Laboratório Central (Lacen) recebeu 1.429 amostras para análise e, deste total, 154 deram resultado positivo, 833 acusaram negativo e 442 estão em análise. Além dessas amostras, outras 06 estão em análise na Fiocruz, no Rio de Janeiro.
O Lacen analisa, prioritariamente, amostras de gestantes com suspeita de doença exantemática (vermelhidão na pele); de pacientes internados com complicações neurológicas e de pacientes graves, ambos quando apresentarem quadro de doença exantemática prévia ou vigente; investigação de óbito; investigação de microcefalia e bebês de mães que tiveram suspeita de doença exantemática durante a gravidez, além de amostras enviadas por municípios que ainda não têm confirmação laboratorial de zika. Os demais casos são confirmados por clínica epidemiológica, não necessitando de exame laboratorial.
Microcefalia
A Secretaria de Estado da Saúde informa, ainda, que entre 22 de novembro de 2015 e 18 de junho de 2016 foram notificados no Espírito Santo 157 casos de microcefalia em bebês nascidos vivos, natimortos ou em gestação. Destes, 83 permanecem em investigação, 61 foram descartados e 13 foram confirmados para microcefalia.
Todos os casos estão sendo investigados. Vale ressaltar que a microcefalia pode ser causada por diversos agentes infecciosos além do vírus zika, tais como sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus e herpes viral.
Como se prevenir
– Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;
– Tirar água dos vasos de plantas;
– Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;
– Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;
– Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;
– Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, vasos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

tags:
WhatsApp chat