Home Espírito Santo Guarda-vidas de Vitória vão utilizar pranchões nos resgates de afogamentos
Guarda-vidas de Vitória vão utilizar pranchões nos resgates de afogamentos

Guarda-vidas de Vitória vão utilizar pranchões nos resgates de afogamentos

0
0

A prefeitura  da capital  adquiriu oito pranchões que vão auxiliar os trabalhos dos guarda-vidas no resgate em casos de afogamentos. Os pranchões vão ficar em postos de guarda-vidas espalhados na cidade, principalmente próximos a ilhas, como na Curva da Jurema e Ilha do Boi, Camburi, entre outros.

Segundo o coordenador de Salvamento Marítimo, Klaussos Kal, as novas pranchas permitem maior agilidade nos resgates mais distantes da faixa da areia, como nos casos de vítimas que tentam atravessar a nado para as ilhas de Vitória. “O pranchão dá mais agilidade na hora de remar para alcançar as vítimas de afogamentos”, explica.

Para os casos de afogamentos em áreas mais próximas das faixas de areia, os guarda-vidas continuam contando com as bóias que são utilizadas atualmente.

O secretário de Segurança Urbana, Fronzio Calheira Mota, destaca que a aquisição das pranchas traz maior segurança para banhistas e também em competições aquáticas, como as travessias a nado.

“Neste verão, além dos pranchões, temos sete postos elevados e sete postos intermediários, guarnecidos por 76 guarda-vidas que foram treinados e são supervisionados pelo Corpo de Bombeiros. Com tudo isso, acreditamos que teremos uma verão com muita segurança para os banhistas, sejam moradores ou turistas que desfrutam de nossas praias”, afirma.

Postos

Para garantir a segurança dos banhistas, os guarda-vidas vão atuar diariamente, das 8 às 18 horas, em todas as praias da capital. São sete postos elevados instalados na orla: um na Ilha do Boi, dois na Curva da Jurema (em frente ao quiosque 5 e em frente à Praça da Ciência) e quatro na praia de Camburi (em frente aos quiosques 1, 3, 4 e do antigo hotel Canto do Sol). Além dos postos elevados, existem outros sete de observação.

Reforço

Neste verão, além dos 40 profissionais que já atuam durante todo o ano, a prefeitura contratou temporariamente mais 35 guarda-vidas para auxiliar os banhistas. A Secretaria de Segurança Urbana de Vitória informou que, nas áreas cobertas pelos postos de Guarda-Vidas na capital, não foi registrado nenhum afogamento com vítima fatal.

WhatsApp chat