Home Notícias do Dia Procon estará nos terminais e na rodoviária nesta terça (15)
Procon estará nos terminais e na rodoviária nesta terça (15)

Procon estará nos terminais e na rodoviária nesta terça (15)

0

Para comemorar o Dia Internacional do Consumidor, o Procon-ES realizará atendimento aos consumidores, nesta terça-feira (15), nos terminais de Laranjeiras, Vila Velha, Jardim América e na Rodoviária de Vitória. A equipe do Procon Estadual irá orientar a população sobre os cuidados na compra de produtos, contratação de serviços, além de registrar reclamações. Participarão também o Procon Municipal de Serra, o Sindiadvogados, a Defensoria Pública e a Delegacia de Defesa do Consumidor.

“O Expresso Procon-ES facilitará o acesso do consumidor aos seus direitos, tendo em vista a dificuldade, algumas vezes, de se deslocar até a sede para registrar a reclamação. Levaremos o mesmo atendimento realizado na sede, esclarecimentos e distribuição de material educativo”, informa a diretora-presidente do Procon-ES, Denize Izaita.

No Expresso Procon-ES, os consumidores poderão registrar reclamações sobre problemas com energia elétrica, água, telefonia celular e fixa, internet banda larga, compras pela internet, defeitos em produtos, financiamentos, cartões de crédito, crediário em lojas e outros problemas relacionados ao consumo.

Para abertura de reclamação, é preciso que o consumidor tenha em mãos a Carteira de Identidade, o CPF, além de documentos que possam comprovar a reclamação, como nota fiscal, ordem de serviço, faturas, comprovante de pagamento, contrato, entre outros.

Além do atendimento do Procon-ES, os consumidores poderão contar com a orientação cível do Sindiadvogados, em todos os pontos de atendimento. A Defensoria Pública e a Delegacia de Defesa do Consumidor realizarão atendimento somente na Rodoviária de Vitória.

Ranking das empresas mais reclamadas

Ainda nesta terça-feira (15), os Procons de todo o Brasil divulgarão os seus Cadastros de Reclamações Fundamentadas referentes ao ano de 2015. A divulgação decorre da determinação do artigo 5º da Constituição Federal e do artigo 44 do Código de Proteção e Defesa do Consumidor, devendo ser divulgado publicamente no período máximo de 1 ano. O documento apresenta o ranking de empresas nacionais e estaduais que mais desrespeitam os direitos dos consumidores e se os processos administrativos formulados a partir de reclamações foram ou não atendidos.

WhatsApp chat