Home Notícias do Dia Vandalismo: Vila Velha gasta R$ 2,4 milhões por ano para recuperar danos
Vandalismo: Vila Velha gasta R$ 2,4 milhões por ano para recuperar danos

Vandalismo: Vila Velha gasta R$ 2,4 milhões por ano para recuperar danos

0

Abrigos de ônibus, placas de sinalização, muros de escolas e lixeiras são os maiores alvos de vandalismo em Vila Velha. Resultado: todo mês a prefeitura gasta R$ 200 mil para recuperar estes pontos, o equivalente a R$ 2,4 milhões por ano. O dinheiro poderia ser aplicado em melhorias para a população. É o caso da instalação de 1200 novas lixeiras por mês, quantidade suficiente para armazenar 20 toneladas de material reciclável que são recolhidas na cidade, no mesmo período, e que são levadas para a Associação de Catadores.
Vila Velha conta com mais de três mil lixeiras distribuídas e o gasto com a manutenção é de aproximadamente, R$ 5 mil por mês. São, em média, 30 lixeiras depredadas todo mês e que precisam ser substituídas.
Os sinais das depredações podem ser facilmente encontrados, principalmente nos locais de maior movimento. No Polo de confecções da Glória, por exemplo, é possível ver restos de lixeiras que foram arrancadas dos postes.
A orla das praias de Itapuã, Praia da Costa e Itaparica também sofre com o vandalismo. Somente neste verão, 230 lixeiras precisaram ser substituídas para atender o aumento no número de frequentadores.
Mas os prejuízos com vandalismo não param por aí. Só para se ter uma ideia, o montante de R$ 2,4 milhões empregado na recuperação de pontos depredados poderia ser destinado à limpeza dos 45 quilômetros de canais que cortam a cidade.
Segundo o secretário de Serviços Urbanos, Reginaldo Loureiro, é fundamental o apoio da população para evitar que bens públicos sejam depredados.
“É dos impostos dos moradores que saem os recursos para instalar lixeiras e outros equipamentos essenciais. Por isso, é importante o apoio da população, inclusive para denunciar à polícia, por meio do 190, casos de flagrantes de vandalismo. Com todos colaborando, a cidade ficará mais bonita”, destacou o secretário.

WhatsApp chat